z
Orkut Acesse a comunidade do Libras Legal no Orkut
Español(Spanish Formal International)Português (Brasil)English (United Kingdom)
Bem-vindo!

Home Histórico
Histórico

Marcelo Lemos representa LL em Faxinal do Céu/PR

Image

Visando à inclusão dos surdos na sociedade e uma discussão sobre direitos humanos como principal apoio aos deficientes auditivos, foi realizado o IV Seminário Paranaense de Surdos. O evento aconteceu na Vila Faxinal do Céu, em Pinhão/PR, e foi voltado para os surdos, professores da rede pública e privada, pais e comunidade em geral.

Foram abertas 700 vagas, sendo 70% delas destinadas aos surdos, 20% para professores e comunidade, e 10% para pais de surdos. Todas as vagas foram destinadas exclusivamente a integrantes da rede pública do Paraná dos 32 núcleos regionais do Estado.

O encontro aconteceu nos dias 15 a 18 de novembro do último ano e teve a participação de Marcelo Lemos, atual presidente da FENEIS e coordenador surdo do |Projeto Libras é Legal, além de Alexsandro Ruda, coordenador do NEDILS (Núcleo de Educação e Difusão de Libras) de São Bento do Sul e instrutor certificado do projeto.

Diversos palestrantes, todos surdos, também aproveitaram a oportunidade propiciada pelo seminário para discutir temas como direitos humanos e a luta pela total cidadania dos surdos.

O espaço de Faxinal do Céu é resultado da construção da Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha. As casas dos antigos moradores viraram alojamentos. Hoje, o local recebe grupos acima de 300 pessoas para seminários, congressos e outros eventos de grande porte do Estado, oferecendo toda a infra-estrutura necessária.

CS - Imprensa

Confira abaixo as imagens do seminário de comemoração do Dia do Surdo e dos 20 anos da FENEIS, no Rio de Janeiro.

Image
Image

Decerrada a placa de inauguração da nova sede da FENEIS/RJ

O vice-presidente Marcelo Lemos e o presidente Antônio Duarte na inauguração da nova sede da FENEIS/RJ.

Image
Image
Marcelo Lemos apresenta as principais conquistas e as próximas metas do Projeto LIBRAS É LEGAL Participantes conhecem a campanha Surdo Cidadão.
Image
Image
Diretores regionais da FENEIS presentes no evento. Cerca de 300 pessoas participaram do Seminário realizado no auditório do SENAI no Rio de Janeiro.

Comunidade surda do Paraná aguarda evento em Faxinal do Céu

Direitos humanos será o tema central do
IV Seminário Paranaense de Surdos

De 15 a 18 de novembro a vila de Faxinal do Céu, em Pinhão/PR, receberá o IV Seminário Paranaense de Surdos voltado para surdos, professores da rede pública e privada, pais e comunidade em geral.

Diversos palestrantes, todos surdos, discutirão nos quatro dias de seminários as diversas questões que envolvem os direitos humanos e a luta pela total cidadania dos surdos. Marcelo Lemos, coordenador surdo do LIBRAS É LEGAL estará presente no seminário para a realização de uma Oficina Aberta do Projeto. No seminário do ano passado, a Oficina foi assistida por mais de mil pessoas.

O evento realizado pela Secretaria de Educação Especial do Paraná será totalmente gratuito, desde o meio de transporte que levará os participantes até Faxinal do Céu, até a hospedagem e alimentação. Segundo a professora Veralúcia Carvalho, da Secretaria de Educação Especial e organizadora do evento, as três primeiras realizações foram um sucesso de público e resultado.

Ao todo serão abertas 700 vagas, sendo que 70% delas são destinadas aos surdos, 20% para professores e comunidade, e 10% para pais de surdos. Todas as vagas são exclusivas para os paranaenses dos 32 núcleos regionais do Estado. De cada núcleo, sairá um ônibus que transportará os participantes.

A partir do mês de outubro, a comunidade surda paranaense será informada do seminário e poderá fazer a sua inscrição.

Vila de Faxinal do Céu

Antes de virar o Centro de Capacitação, a vila de Faxinal do Céu, no município de Pinhão/PR, era o local onde os funcionários da Companhia Paranaense de Energia Elétrica - COPEL moravam durante a construção da Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha.
As casas dos antigos moradores viraram alojamentos. Um local que recebe grupos acima de 300 pessoas para seminários, congressos e outros eventos de grande porte do Estado, oferecendo toda a infra-estrutura necessária.

Ampla repercussão da Oficina Aberta de São Paulo/SP

Image
Image
Marcelo Lemos, apresenta o resultado positivo do XV Congresso Mundial da Pessoa Surda, em Madrid. Cerca de 100 pessoas participaram da Oficina Aberta do LIBRAS É LEGAL em São Paulo.
Image
Image
Éveli Queiroz, apresenta o KIT para os participantes. Equipe do LIBRAS é LEGAL e da FENEIS/SP juntos na organização do evento.
Image
Image
Mãe de criança surda tira suas dúvidas a respeito do Projeto. Participantes conhecem a Campanha Surdo Cidadão.

Realizada no dia 6 de setembro (quinta-feira), a Oficina Aberta do LIBRAS É LEGAL foi uma oportunidade dos paulistas ligados à causa dos surdos conhecerem melhor o Projeto, e também esclarecer algumas dúvidas sobre os direitos dos surdos ao exercerem sua cidadania.

O evento que foi realizado no auditório do Centro Universitário Assunção - UNIFAI, em São Paulo, contou com a presença de cerca de 100 pessoas entre surdos, familiares, professores da rede pública e privada de ensino, e também profissionais da área da saúde.
A programação de atividades começou com a saudação do Diretor Regional da FENEIS-SP, Neivaldo Zovico aos participantes e seguiu com o Coordenador Geral, Octalício Neto que fez uma apresentação do LIBRAS É LEGAL e os números que o Projeto vem alcançando ao longo destes cinco anos de ação.

Logo após, Marcelo Lemos, Coordenador Surdo do Projeto fez uma apresentação sobre sua viagem para Madri, onde foi realizado o XV Congresso Mundial da Pessoa Surda. Marcelo mostrou através de imagens fotográficas para onde, e para quem, foram entregues os kits durante a sua participação no Congresso. (As fotos podem ser conferidas na página do LIBRAS É LEGAL).

O Coordenador surdo disse que os finlandeses Markku Jokinen e Liisa Kamppinen (respectivamente Presidente e ex-presidente da WFD) receberam o kit e ficaram maravilhados com o produto produzido pelos surdos brasileiros, disseram também que esse trabalho desenvolvido pelo Projeto LIBRAS É LEGAL é pioneiro no mundo.

Encerrando o ciclo de palestras, a Coordenadora de Comunicação do Projeto, Eveli Queiroz, apresentou o vídeo da prisão arbitrária do rapaz surdo no Paraná e divulgou a Campanha SURDO CIDADÃO. Muitas pessoas que lá estavam não sabiam deste caso, mas todos concordaram que, infelizmente, a injustiça e a falta de comunicação são coisas presentes na vida do surdo.

Participantes que vieram de diversos bairros de São Paulo e cidades vizinhas como Mauá, Hortolândia, Guarulhos, Jacareí, etc. tiveram a oportunidade, ao final das apresentações de fazer perguntas e também dar depoimentos sobre situações que presenciaram junto aos surdos. Foi o caso de Janice Santos, que trabalha num hospital da Grande São Paulo e disse que os funcionários tiveram um curso de LIBRAS, promovido pelo próprio Hospital, mas que foram poucas horas e ainda sentem muita dificuldade ao se comunicar com um paciente surdo. Muitos dos médicos não querem se comunicar com seu paciente precisando da ajuda de um terceiro, ou então escrevendo em um papelzinho, eles querem poder conversar em LIBRAS.

Uma professora de Guarulhos, que preferiu o anonimato, disse que existem escolas que proíbem seus alunos surdos a se comunicar através do uso de LIBRAS.

Na Grande São Paulo, assim como em todo o Brasil, existem surdos que utilizam a LIBRAS e surdos que são oralizados. Mas a sociedade não aprendeu ainda a identificar, fazendo com que todos sejam tratados da mesma forma.

O que é preciso que todos os brasileiros saibam é que a LIBRAS é a língua oficial da pessoa surda e que é preciso respeitá-la, assim como qualquer outro idioma. “Antes mesmo do Português, o surdo tem que saber a LIBRAS, pois ela é a sua língua materna”, frisou Marcelo Lemos.

A ONG Vez da Voz esteve presente na Oficina Aberta produzindo uma matéria com os Coordenadores do Projeto para o TELELIBRAS, primeiro telejornal inclusivo da internet em LIBRAS.

Júlia Hoebel
11/09/2007

Equipe do TELELIBRAS também esteve presente em SP

Durante a Oficina Aberta do Projeto em São Paulo/SP, a equipe de reportagem do TELELIBRAS, primeiro telejornal inclusivo da internet brasileira, entrevistou os coordenadores do LIBRAS É LEGAL, Marcelo Lemos e Eveli Queiroz.

O TELELIBRAS é um dos projetos realizados pela ONG Vez da Voz, quejá conquistou o selo de apoio institucional da UNESCO, órgão da ONU para Educação e Ciência. Ele transmite em português e em LIBRAS notícias do Brasil e no mundo, sendo que o apresentador e o intérprete dividem lado a lado a cena, facilitando assim a visualização dos gestos e expressões faciais.

O site da ONG Vez da Voz possui cerca de 8 mil acessos mensais. A página divulga notícias e artigos relacionados à inclusão social e também informações sobre as ações por eles realizadas, além de anúncios de empregos para pessoas com deficiência.

Também no site da ONG é possível fazer downloads gratuitos de materiais didáticos para cegos, desenhos com personagens deficientes para colorir, e também do vídeo para crianças surdas “O som do silêncio”.

Júlia Hoebel
11/09/2007


Está Confirmada! Participe!!!

Capital paulista terá oficina do Libras é Legal

Está confirmada a Oficina Aberta do projeto LIBRAS É LEGAL em São Paulo/SP.
O evento organizado pela equipe do LIBRAS É LEGAL juntamente com a FENEIS-SP será realizada
no dia 6 de setembro às 14h no auditório do Centro Universitário Assunção –UNIFAI.
A oficina será aberta aos surdos, pais, educadores, empresários, colaboradores e a todos interessados,
e será mais uma oportunidade de conhecer o KIT LIBRAS É LEGAL.

Serviço:

O que: Oficina aberta do Libras é Legal

Quando:
06/09/2007 das 14h às 18h

Onde:
Auditório da UNIFAI
Rua: Afonso, Celso nº 711
Vila Mariana – São Paulo/SP
(Próximo ao metrô Santa Cruz)

Entrada Franca!

Fone:
(48) 3257-7705

PABX:
(11) 5575-5882

Surdos de Bento Gonçalves/RS recebem Oficina Aberta

Neste último sábado (25/08) foi a vez de Bento Gonçalves receber a equipe do LIBRAS É LEGAL para uma Oficina Aberta na Casa de Cultura do município.

O evento realizado para um público de 50 pessoas entre surdos, pais, educadores e empresários foi mediada por Octalício Neto, Coordenador Executivo do Projeto, Marcelo Lemos, Coordenador surdo e Vice-presidente da FENEIS e Tibiriçá Maineri, Presidente do Conselho Municipal da Pessoa Deficiente de Caxias do Sul e liderança surda na serra gaúcha.

Também estavam presentes autoridades do município da serra gaúcha como o Secretário da Cultura e Turismo, Sr. Ivo Antonio Da Rold que esteve representando o Prefeito, a Secretária de Educação, Profª Berenice Maria Bondan Baruffi e a Secretária de Educação Especial, Morgana Provensi.

A associação de surdos do município e a secretaria de educação especial receberam um kit LIBRAS É LEGAL. Assim como a Profª Rejane Gotardo, representante da vizinha Veranópolis, também levou para a sua cidade um kit para ser compartilhado com os surdos da região.

A Secretária de Educação Especial disse que no município de Bento Gonçalves existem muitas empresas que possuem interesse em ter em seus quadros de funcionários pessoas surdas, mas para isso é preciso que haja uma capacitação continuada com o uso do kit LIBRAS É LEGAL.

Durante a atividade, os surdos participaram prestando diversos depoimentos sobre as dificuldades que eles encontram ao longo da vida, desde o período escolar até a vida adulta, quando precisam conquistar uma vaga de trabalho, ou utilizar dos serviços públicos e privados.

Depoimentos sobre essas dificuldades estão sendo muito recorrentes nas atividades realizadas pelo Projeto, o que torna ainda mais importante a CAMPANHA SURDO CIDADÃO. Mais informações desta campanha acessar o link www.libraselegal.com.br/surdocidadao

Júlia Hoebel
29/08/2007

Farroupilha recebe Oficina Aberta

O Projeto LIBRAS É LEGAL realizou uma Oficina Aberta no município de Farroupilha/RS, na última sexta-feira, dia 24 de agosto no auditório da Escola Técnica de Farroupilha - ETFAR.

A oficina ministrada por Octalício Neto, Coordenador Executivo do Projeto, Marcelo Lemos, Coordenador surdo e Vice-presidente da FENEIS e Tibiriçá Maineri, Presidente do Conselho Municipal da Pessoa Deficiente de Caxias do Sul e liderança surda na serra gaúcha, contou com a participação de 90 pessoas entre surdos, pais, empresários, profissionais e estudantes da área da educação, saúde e assistência social.

Durante a realização da Oficina Aberta, a Secretária Municipal do Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Sra. Maristela Rodolfo Pessin Bridi prestou uma homenagem para ao surdo e pára-atleta Diogo que participou do Para-Pan, no Rio de Janeiro, na modalidade de Atletismo. Diogo também foi presenteado pela equipe do LIBRAS É LEGAL com uma camiseta do Projeto.

A ETFAR possui alguns alunos surdos e os professores precisam e querem ter uma qualificação em LIBRAS para melhor atender a esses alunos. Com isso, a Secretária de Educação manifestou interesse efetivo em firmar um convênio com o Projeto para realizar uma capacitação continuada para os professores, empresários, surdos, pais e outros interessados em aprender a Língua de Sinais.

A atividade foi parte da Primeira Semana Municipal das Pessoas Portadoras de Deficiência, um evento da prefeitura do município que se encerrou no dia 28 de agosto (terça-feira).

Júlia Hoebel
29/08/2007

Marcelo Lemos representa o LIBRAS É LEGAL
no Congresso Mundial de Surdos

O Coordenador surdo do projeto Libras é Legal, Marcelo Lemos, participou do XV Congresso Mundial da Federação Mundial das Pessoas Surdas que aconteceu entre os dias 16 e 22 de julho de 2007 em Madrid, na Espanha.

O evento organizado pela Federação Mundial de Pessoas Surdas (WFD) e pela Confederação Nacional de Pessoas Surdas (CNSE), contou com a participação de aproximadamente 5 mil surdos representantes de diversas partes do mundo.

A cerimônia de abertura foi comandada pelo presidente da WFD, Markku Jokinen, pela vice-primeira ministra da Espanha, María Teresa Fernández de la Veja e membros das Comissões de Direitos Humanos.

O XV Congresso teve em sua programação palestras de diversos temas que tinham como principal foco os direitos humanos e a importância da língua de sinais na vida dos surdos.

Segundo Marcelo Lemos, a Espanha em 2007 conquistou a obrigatoriedade da Língua de Sinais, fato que no Brasil, a LIBRAS já é obrigatória por lei desde 2002. “Poucos países possuem a lei da língua dos sinais, os surdos precisam defender a sua língua materna para garantir seus direitos humanos”, disse o coordenador. O Brasil foi o primeiro país no mundo a reconhecer a Libras, mas na Europa os surdos estão em estágios muito mais avançados.

Conhecendo o Kit Libras é Legal

“Muitas pessoas olhavam para o kit admiradas ao ver que estava tudo em Libras”, comenta Marcelo que explicava para as pessoas que o kit é um material que auxilia os surdos com suas famílias e que foi produzido pelos próprios surdos.

Ele também conseguiu apresentar o kit para o presidente da WFD, Markku Jokinen. O Finlandês disse que não conhecia nenhum material como o Kit Libras é Legal e que achou surpreendente a idéia. Um produto de qualidade, com bastante conteúdo e uma boa didática, que ficará na biblioteca da WFD à disposição dos surdos.

Durante a semana que aconteceu o XV Congresso, Marcelo distribuiu 25 kits, 100 folders em Espanhol, e centenas de adesivos da campanha surdos cidadão. Os kits foram para a Espanha, Finlândia, Noruega, China, Japão, Estados Unidos, Itália, Chile, Paraguai, Uruguai, Venezuela, Equador, Índia, Kuwait, Arábia Saudita, África do Sul, Marrocos, México e Argentina.

Depoimento do coordenador

“Foi emocionante sair do Brasil e chegar a um lugar onde tem surdos de todos os lugares do mundo, que possuem línguas e culturas diferentes, mas que estão reunidos para discutir a mesma causa. Foi impressionante saber o tamanho da comunidade surda no mundo.”

Júlia Hoebel
14/08/2007

 

XV Congresso Mundial da Federação Mundial de Pessoas Surdas
Madrid - 2007

O Projeto Libras é Legal, através da competência e desenvoltura do nosso coordenador surdo, Marcelo Lemos chegou ao conhecimento de pessoas surdas do mundo inteiro.Confira agora as personalidades que conheceram o nosso KIT LIBRAS É LEGAL!!!

Image
Image

ÁFRICA DO SUL: Africano surdo tipicamente caracterizado.

Na disputa entre Turquia x África do Sul, os Africanos comemoram a organização da próxima edição, em 2011.

Image
Image

O Canadense surdo Leonard Mitchell – Membro da WFD do Canadá, local onde há 4 anos foi realizado o último Congresso.

A surda Liisa Kamppinen, da Finlândia – Ex-Presidente da WFD Conhecida mundialmente por seus trabalhos desenvolvidos para os surdos.

Image
Image

O surdo Kim Robson, da Nova Zelândia – Membro da Comissão dos Direitos Humanos, Direitos Lingüísticos e Cultura.

O Americano Yeker Andersson, responsável pela rede de especialistas em direitos humanos da WFD e membro do NAD (Associação Nacional dos Surdos – EUA).

Image
Image

A cineasta Japonesa Kaori Takeuchi, primeira surda a se formar na Universidade de Helsinki, na Finlândia.

ÍNDIA: Presidente da Associação Indiana de Surdos.

Image
Image

O surdo Inglês Paddy Ladd, representante da Universidade de Bristol e Membro da Comissão dos Direitos Humanos, Direitos Lingüísticos e Cultura.

María Cristina Mongelos (Presidente do Centro de Surdos do Paraguai); o Chileno Luis Alexeis Estibill (Representante Surdo da América Latina); Marcelo Lemos (Coordenador Surdo do Projeto Libras é Legal e Vice-Presidente da FENEIS) e Omar de Souza (Vice-Presidente da Associação de Surdos do Uruguai).
Image
Image

ARGENTINA: Representante surda da Argentina também recebe um kit Libras é Legal

JAPÃO E CHINA: Japonesa e Chinês trabalharam juntos no stand montado durante o XV Congresso.

Image
Image

Stand da África do Sul presente no XV Congresso.

Africanos exibem o seu artesanato e conhecem o kit Libras é Legal

Image
Image

O Finlandês surdo Markku Jokinen – Presidente da WFD (Federação Mundial de Pessoas Surdas), organizadora do Congresso.

Stand Chinês que convida o público para a PARAOLIMPÍADA-SURDA que será realizada em 2009, em Taipei, conhece o Kit Libras é Legal.

Image
A delegação brasileira junto com o casal surdo Norueguês e o surdo Iraquiano.

Representantes Africanos, de Marrocos e do Uruguai conhecem o kit Libras é Legal.

O Espanhol surdo Feliciano Sola Limia – Presidente do Comitê Organizador do XV Congresso.

O Espanhol surdo Luiz J. Cânon Reguera – Presidente da CNSE (Confederação Estatal de Pessoas Surdas), organizadora do Congresso.


Representante surdo do Kwait

O grupo Carioca de Teatro Brasileiro de Surdos (TBS), em apresentação no XV Congresso Mundial da Federação Mundial de Pessoas Surdas.

O aborígine australiano Nídio Sarmento e Marcelo Lemos em seus trajes de gala.

 

Belo Horizonte recebe Oficina Aberta do Projeto

A equipe do Libras é Legal realizou no último dia 28 de julho, uma oficina aberta do Projeto na capital mineira, Belo Horizonte.

O evento que aconteceu no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – FIEMIG contou com a participação de 60 pessoas entre surdos, educadores, familiares de surdos, empresários e colaboradores.

O objetivo da oficina foi promover a libras no estado, apresentar o Projeto como ferramenta de trabalho e difundir a língua dos surdos para um público mais amplo.

Na ocasião houve depoimentos dos participantes sobre os seus relacionamentos com a família e com o mercado de trabalho, além da apresentação das atividades realizadas pela FENEIS-BH expostas pelo Diretor Regional da Federação dos Surdos de Minas Gerais, Antônio Campos de Abreu e pelo Coordenador do CELES-MG, Paulo Henrique Passos Santiago.
A FENEIS-BH recebeu 100 kits do Libras é Legal e materiais de divulgação do Projeto.

A receptividade foi grande do projeto que tem Tecnologia Social da UNESCO, tanto que já ficou indicado mais uma oficina, agora de capacitação, para o mês de novembro, com data a ser confirmada.

Jùlia Hoebel
31/07/07

Perfil – Tibiriçá Maineri

Tibiriçá Vianna Maineri é um pedagogo de 48 anos que sempre teve como ideal de vida, e segundo ele, sempre será a LUTA PELA DEFESA DOS DIREITOS DOS SURDOS.

Hoje Tibi, como é conhecido, é Presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência - CMPCD de Caxias do Sul/RS, Presidente da Associação de Surdos de Caxias do Sul, professor de libras no curso de Pegadogia na ULBRA e também instrutor de LIBRAS na Escola Municipal Ellen Keller. Além disso, ele também é o responsável pelo NEDILS– Núcleo de Educação e Difusão de Libras em Caxias do Sul , e percorre pelas cidades da serra gaúcha como Farroupilha, Nova Prata, Caxias do Sul, Nova Petrópolis, Nova Bassano e Bento Gonçalves divulgando através de palestras cursos e oficinas a importância do uso da LIBRAS para a comunicação com os surdos.

Feliz com uma nova conquista, Tibi conta que está ministrando cursos de 4 horas para a prefeitura de Caxias do Sul. Para cumprir com uma lei federal, esses cursos são dados para as pessoas de diversas áreas da cidade, entre elas da saúde, administração, secretarias, RHs e também para a guarda municipal.

Na região em que atua existem cerca de 400 surdos que precisam do apoio de toda a comunidades para que exista a inserção deles na sociedade. Com esses cursos realizados na prefeitura do município, os surdos não passarão mais por dificuldades na hora de consultar um médico ou pedir uma informação para um policial, pois todos terão ao menos uma base de LIBRAS.

Tibi também é procurado por jovens surdos na hora em que precisam conquistar um espaço no mercado de trabalho, e ele faz este trabalho de forma voluntária e prazerosa, pois é isso que o faz feliz!

 

Júlia Hoebel
31/07/07

SIASC reúne pais e surdos para oficina do Libras é Legal

Aproveitando a reunião de posse da diretoria da Sociedade Integrada de Apoio Sócio Cultural – SIASC de São Bento do Sul/SC, o líder surdo Alexsandro dos Santos apresentou aos pais e surdos presentes o projeto Libras é Legal.

Muitos que lá estavam já conheciam o projeto e usam a libras como sua forma de comunicação, assim como o Sr. Eduardo que conhece alguns sinais, mas que está pronto para aprender mais e melhorar a comunicação com seu filho surdo.

Aparecida de Brito, a Cidinha é presidente e fundadora da associação de São Bento do Sul, ela diz que dos 120 alunos que freqüentam a entidade muitos possuem outras deficiências além da surdez, e ao invés de irem para a APAE do município eles vão para a SIASC, pois somente lá eles aprendem a comunicação através dos sinais. Este é o caso da menina Júlia, que possui problemas de coordenação motora. Segundo sua mãe Kedima, aprender Libras foi ótimo, pois antes ela tinha que tentar decifrar o choro de sua filha, e hoje elas já usam a comunicação através dos sinais.

O projeto Libras é Legal oferece suporte para desenvolver as atividades do Núcleo de Educação e Difusão de Libras – NEDILS. A SIASC recebe alunos de todas as idades e de vários municípios da região norte do estado catarinense. Ela atende alunos a partir dos três anos de idade e até mesmo idosos. De manhã e à tarde, professores e uma fonoaudióloga auxiliam no aprendizado, pois muitos estudam em escolas regulares, mas apresentam dificuldades para aprender.

Os alunos também podem desfrutar de uma quadra de esportes e uma sala multimídia, que ficaram prontas neste primeiro semestre de 2007.

No final da apresentação, os participantes também conheceram a campanha Surdo Cidadão e contaram algumas histórias por eles já vividas, como a de Celmo. Ele foi com sua mãe ao médico, pois estava com um nódulo em baixo no braço. Chegando lá o médico lhe receitou um remédio, só que o rapaz não melhorava. Foi então que Celmo pediu para que Cidinha lhe acompanhasse ao médico e só assim a comunicação foi realizada com sucesso. Celmo estava ingerindo o remédio que deveria ser aplicado sobre a pele e por isso não melhorava.

Os surdos e seus pais foram instruídos para acessar o site, apoiar e divulgar a campanha pela luta da plena cidadania dos surdos.

Júlia Hoebel

67 professores de Paulo Lopes conhecem o Projeto Libras é Legal

 

Nesta terça-feira (17/07), 67 professores da rede pública do município de Paulo Lopes/SC tiveram um workshop para conhecer o Projeto Libras é Legal.

O workshop começou com a exibição de O milagre de Anne Sullivan, filme que fala sobre a luta de uma professora ao ensinar a menina Ellen Keller, surda e cega a aprender a língua de sinais e poder se comunicar com sua família e com o mundo ao seu redor.

Logo após, Éveli Queiroz, coordenadora de comunicação do projeto propôs diversas dinâmicas de grupo para que os professores pudessem entender um pouco mais sobre os direitos dos surdos.

A secretária de educação do município, Lucélia Silvano de Sousa, acompanhou todo o evento e solicitou que a equipe do Libras é Legal retorne ao município com um instrutor para que as professoras aprendam a utilizar o kit e possam melhorar a sua comunicação com os surdos.

Júlia Hoebel

VII Encontro das Escolas de Surdos

Projeto Libras é Legal participou do evento realizado pela FADERS e
Escola de Ensino Médio para surdos Profª Lilia Mazeron

O VII Encontro das Escolas de Surdos foi realizado nos dias 22 e 23 de junho, em Porto Alegre/ RS, com diversas palestras e oficinas que irão auxiliar e fortalecer o ensino dos surdos.

No primeiro dia as palestras foram realizadas no auditório do Ministério Público, reunindo 400 participantes entre surdos e educadores.

No segundo dia de atividades foram realizadas durante toda a manhã nas dependências da Escola Lilia Mazeron 13 oficinas, com atividades de Jogos, Teatro, Dança, Teste de Conhecimentos, Preparação para o Mercado de Trabalho, Sexualidade e outros temas presentes na vida de todos os cidadãos.

Marcelo Lemos, Coordenador surdo do Libras é Legal e Vice-Presidente da FENEIS Nacional apresentou as atividades que vêm sendo desenvolvidas pelo Projeto. A apresentação foi muito positiva para fortalecer a expansão do Projeto, já que no evento havia representantes de vários estados brasileiros, como Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Bahia.

Júlia Hoebel

Coordenador Surdo visita entidades da Grande Florianópolis

Marcelo Lemos, Coordenador surdo do projeto visitou no mês de maio, diversas associações que desenvolvem atividades com surdos na Grande Florianópolis.

A ação visou manter a parceria já estabelecida com algumas entidades e também firmar novas parceiras.

O coordenador do Projeto Libras é Legal visitou o CAS – Centro de Apoio ao Surdo, junto a Fundação Catarinense de Educação Especial, a ASGF – Associação de Surdos da Grande Florianópolis, a Associação de Surdos de São José do Colégio Interativo e a IATEL – Instituto de Audição e Terapia da Linguagem.

Octalício Neto e Éveli Queiroz, também coordenadores do Projeto, acompanharam Marcelo Lemos nas visitas.

A equipe também foi recebida no Conselho Regional de Medicina, pelo Dr. Anastácio Kotizias, Presidente do Conselho, onde foi apresentado o Projeto, os resultados já conquistados e as metas que ainda serão atingidas.

Júlia Hoebel

 

Lages/SC quer oficinas de capacitação

Nesta terça-feira (22/05), o Coordenador Geral do Libras é Legal, Octalício Neto foi até o município de Lages, na região serrana de Santa Catarina, para apresentar o projeto para a Secretaria de Educação.
Neto esteve reunido com a Diretora de Ensino, Sirlei da Silva Rodrigues e a Coordenadora de Ensino Fundamental, Marli Coscodai, que demonstraram bastante interesse em ter no município as oficinas do Projeto, oferecendo assim um atendimento adequado aos surdos, que não possuem uma educação especial.
Foi estabelecida uma agenda para a realização de duas oficinas no segundo semestre de 2007, uma com professores e instrutores surdos para criar multiplicadores de libras e outra para os pais de surdos e empresários, para auxiliar a comunicação dos surdos com sua família e a inclusão deles no mercado de trabalho.
O Projeto Libras é Legal irá disponibilizar alguns kits para a Secretaria de Educação, que já possui interesse em adquirir outros exemplares para utilizar como material didático em escolas públicas.
Lages é um município de 165 mil habitantes, que possui em sua rede escolar 15.190 alunos, com 14 alunos surdos profundos e quatro casos mais leves, mas os professores não possuem materiais especiais para a sua educação. Apenas um jovem está cursando o ensino médio. O Libras é Legal será uma oportunidade de incentivar esses alunos surdos a não abandonarem os estudos e nem suas perspectivas de vida.

 

Central facilitará comunicação entre 
surdos e ouvintes

Nesta segunda-feira (07/05), a Vereadora Mara Gabrilli apresentou a Câmara Municipal de São Paulo o Projeto de Lei nº 256/2007, que trata da Criação de uma Central de Intérpretes da Língua Brasileira de Sinais – Libras e Guias- intérpretes para surdo-cegos para o município paulista.

O programa objetiva facilitar o acesso dos deficientes auditivos e dos surdo-cegos, ao atendimento especializado em uma central que funcionará 24 horas por dia.

O atendimento irá facilitar a utilização dos serviços públicos municipais, evitando prisões arbitrárias, desesperos em hospitais, entre outras dificuldades comuns na comunidade surda.

Se aprovado pela Câmara de Municipal de São Paulo, o serviço dependerá sempre de prévio agendamento e será totalmente gratuito.

LIBRAS É LEGAL participa da Reatech 2007


À convite da FENEIS-SP, o projeto LIBRAS É LEGAL esteve participando da REATECH - Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, a maior feira voltada à acessibilidade e inclusão de portadores,

A feira que tem como principais expositores empresas especializadas em serviços, equipamentos e softwares foi realizada entre os dias 12 e 15 de abril, no Centro de Eventos Imigrantes, em São Paulo/SP.

Sete das maiores montadoras de carros do Brasil estiveram presentes no local, além de bancos e diversas entidades que trabalham com portadores.

O Projeto LIBRAS É LEGAL teve uma excelente receptividade do público visitante, sendo uma das atrações principais no stand da FENEIS que contou com a presença também de Neivaldo Zovico, Diretor regional da FENEIS-S e Marcelo Lemos, Vice-presidente da FENEIS Nacional.

Houve apresentação do kit LIBRAS aos interessados como surdos, professores, profissionais liberais, famílias e empresas interessadas na questão dos surdos, que mostraram-se bastante entusiasmados em utilizar este material pedagógico que auxilia no uso de LIBRAS.

Aproveitando a oportunidade de estar presente nesta grande feira da acessibilidade, o LIBRAS É LEGAL divulgou a campanha SURDO CIDADÃO, que apenas em duas horas distribuiu 400 adesivos institucionais.
Esta foi a sexta edição da REATECH, que já se prepara para o próximo ano, nos dias 24 a 27 de abril, com muitas outras novidades.

Caxias do Sul amplia a difusão de LIBRAS

Na cidade gaúcha de Caxias do Sul, onde existe uma das escolas mais tradicionais do sul do Brasil no ensino de Libras, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Helen Keller, o PROJETO LIBRAS É LEGAL foi convidado para uma reunião na Secretaria Municipal de Educação, com a nova secretária Sra. Nelcy Rosa Casara.

O convite veio de Tibiriçá Maineri, que é a principal liderança surda do município e presidente do Conselho Municipal da Pessoa Deficiente de Caxias do Sul.

A reunião que teve como principal objetivo a ampliação da difusão de Libras no município e agendar a realização de oficinas do Projeto, contou também com a participação dos representantes da Secretaria da Administração, que possui um programa de governo de ensino de Libras para pessoas de múltiplas áreas, como de segurança pública, saúde, administração, serviços sociais, etc.

“Com este programa de difusão de Libras, Caxias do Sul já se alinha à Campanha Surdo Cidadão, que tem como principal objetivo dar acessibilidade aos surdos em qualquer órgão ou entidades que eles venham a freqüentar”, comenta Octalício Neto, coordenador geral do Projeto LIBRAS É LEGAL.

Após a reunião na Secretaria de Educação, a equipe do Libras é Legal, à convite do Secretário da Administração, Edson Mano, realizou uma palestra com duração de duas horas, para os ouvintes de todos os setores que integram o programa de difusão de libras.


Projeto LIBRAS É LEGAL faz reunião de alinhamento

A equipe do PROJETO LIBRAS É LEGAL esteve reunida no último dia 29 de março, no Hotel Kennedy, em São José/SC, para estabelecer as novas diretrizes que serão aplicadas de forma sustentável neste ano de 2007.

Na reunião foram discutidas estratégias de ações para uma melhor viabilidade e continuidade do Projeto que está atuando em oito estados do país: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco e Distrito Federal.

Os relatos das atividades desenvolvidas foram apresentados por Octalício Neto, Coordenador Geral do Projeto, Marcelo Lemos, Coordenador surdo do Projeto Libras é Legal e Vice-presidente da FENEIS nacional e Vânia Elizabeth Chiella, Diretora Administrativa da FADERS que falaram sobre as atividades do Centro de Apoio ao Surdo/ CAS-RS, Sueli Fernandes, sobre as atividades da Secretária de Educação Especial do Paraná, Odair Fernandes, sobre as empresas paranaenses e Sergio Otto, Coordenador administrativo, sobre a Sociedade de Pediatria do Rio de Janeiro.

Também estiveram presentes na reunião, Éveli Queiroz, Coordenadora de Comunicação do Projeto, Tibiriçá Maineri, multiplicador do NEDILS, e a intérprete de libras, Patrícia Barbosa, além da equipe do Consultor Social composta por Joianeves Santana, Rodrigo Gonçalves, Tatiana Mattos, Eva Gularte e Júlia Hoebel.

Éveli Queiroz, Coordenadora de Comunicação do Projeto Libras é Legal apresentou à equipe como as novas cartilhas produzidas pelos surdos ficaram.

Ao total são quatro novas cartilhas que compõem o Kit Libras é Legal: O surdo no mundo do trabalho – Atitudes eficazes para a inclusão social econômica; O surdo e a família – O que os filhos surdos têm a dizer aos pais; Julio, uma conversa com os surdos sobre a relação com sua família; e Lucia, uma conversa com os surdos sobre o mundo do trabalho.

Ao final do dia, a equipe avaliou as cartilhas e fez as correções necessárias para que o kit esteja pronto para chegar às mãos de todos os interessados.

Lançamento da campanha Surdo Cidadão

Durante a reunião de alinhamento realizada na última quinta-feira, dia 29/03, no Hotel Kennedy, em São José, o Projeto Libras é Legal apresentou a toda a equipe a campanha Surdo Cidadão.
Após a apresentação das matérias transmitidas pelo Jornal Nacional sobre a prisão arbitrária de um jovem surdo, a equipe (emocionada) manifestou grande contentamento com a campanha e diversas idéias, sugestões e depoimentos foram registrados.
As maiores dificuldades que os surdos enfrentam estão em lugares comuns, como aeroportos, call centers, bancos, órgãos públicos, etc.

A campanha Surdo Cidadão é uma excelente ferramenta para a difusão de Libras no país, com o intuito de conquistar a inclusão sócio-econômica dos surdos, assegurar os direitos humanos ao permitir que os surdos exerçam a sua cidadania, e garantir a sustentabilidade do Projeto, já que 3,2% da população brasileira é composta por surdos.

 

Brasil recebe evento mais importante em pesquisas da língua dos surdos.

 

Realizado pela primeira vez fora da Europa e América do Norte, o Brasil recebeu o Theoretical Issues in Sing Language Research 9 (9º Congresso Internacional de Aspectos Teóricos das Pesquisas nas Línguas de Sinais), o evento mais importante em pesquisa da língua dos surdos.

O Evento aconteceu entre os dias 6 e 9 de dezembro, no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis e reuniu pesquisadores da língua de sinais de vários países do mundo, como da Espanha, França, Inglaterra, México, Brasil, Estados Unidos e etc.. Eles apresentaram diferentes e similares tipologias lingüísticas na língua de sinais.

O Vice-presidente nacional da FENEIS e coordenador surdo do Projeto Libras é Legal, Marcelo Lemos, esteve presente no evento e explicou um pouco sobre a importância desse Congresso para a comunidade surda brasileira.

Marcelo, qual o principal objetivo deste Congresso?
O principal objetivo é direcionar a língua de sinais, pois a lingüística dela é muito difícil. Este foi o 9º Congresso, mas é a primeira vez que ele é realizado na América do Sul, isso é muito importante, pois foi uma conquista difícil. Recebemos gente de todo o mundo, para palestrar e mostrar suas pesquisas na área da lingüística.

Então, realizar o Congresso aqui é uma vitória para a comunidade surda brasileira?
Sim, por que as pessoas dizem que o Brasil é muito atrasado, que é nos EUA ou na Europa que estão o desenvolvimento, mas não. Aqui no Brasil existem leis e decretos em relação a Libras, e isso acaba vindo para mostrar todo esse desenvolvimento. Tanto surdos quanto ouvintes, percebem uma melhora na lingüística e isso se vê com o aumento dos cursos de Letras Libras no país. E vamos aprender mais com a troca dessas pesquisas aqui no Congresso.

Houve palestrantes Brasileiros?
A maioria veio de fora, mas do Brasil tivemos a participação de Lodenir Becker Karnopp (Universidade Luterana do Brasil), que é de Porto Alegre e trabalha com Lingüística. A palestra de Lodenir é direcionada à sua pesquisa de doutorado no tema Aquisição fonológica na Língua de Sinais Brasileira.

Qual o público alvo do Congresso?
A maioria das pessoas é surda, e também professores e alunos universitários, que vêm para trocar experiências em relação à língua de sinais. Temos que usar gramática, semântica e fonética, todas essas questões da língua que são muito importantes. Não é só usar a língua de sianis, e sim saber como usar na comunicação.

A LIBRAS é diferente das línguas de sinais de outros países?
Sim. É como qualquer outra língua. Aqui no Brasil se fala português, nos Estados Unidos o inglês. Cada país tem o seu jeito de usar a língua de sinais.

No que o 9º Congresso Internacional de Aspectos Teóricos das Pesquisas das Línguas de Sinais pode acrescentar no PROJETO LIBRAS É LEGAL?
O Projeto Libras é Legal é muito importante porque oficializou a Língua Brasileira de Sinais. É importante que as pessoas aprendam e se integrem no projeto do Libras é Legal. Temos um Projeto e agora é um momento de aproveitar e fazer trocas de experiências.

Júlia Hoebel
07 de dezembro de 2006.

Equipe do Libras é Legal faz reunião na FENEIS/RS

A equipe do Projeto LIBRAS É LEGAL esteve reunida na última sexta-feira (17/11) na Federação Nacional de Educação e Integração do Surdo (FENEIS) em Porto Alegre/RS.

A reunião teve como objetivos programar os cursos e atividades realizadas no segundo semestre de 2006, estabelecer novas parcerias entre as prefeituras municipais do Rio Grande do Sul e discutir sobre os possíveis acordos e parcerias com entidades representativas do segmento empresarial que possuem vagas para surdos, em seus quadros de funcionários.

O estado gaúcho possui algumas empresas que querem conhecer e fazer o uso de Libras, para receber a mão de obra qualificada surda, e para que os surdos possam ter um bom relacionamento no mercado de trabalho.

A reunião contou com a presença do Coord. Geral do Projeto, Octálicio Neto, a Coord. de Comunicação, Éveli Queiroz, o Vice Presidente Nacional da FENEIS e Coord. Surdo do Projeto, Marcelo Lemos Silva e a Diretora do CAS (Centro de apoio ao surdo), Vânia Chiella.

LIBRAS É LEGAL conquista
Prêmio Nacional de Responsabilidade Social

Depois de reconhecido internacionalmente em 2005 como Tecnologia Social pela UNESCO, o Projeto Libras é Legal (Feneis – Petrobras) conquistou agora, na primeira semana de agosto de 2006 o Marketing Best de Responsabilidade Social, um dos maiores prêmios do Setor no Brasil. O laurel, acompanhado de Certificado e Troféu foi entregue em São Paulo, em cerimônia com a presença de mais de 800 convidados e de outras Empresas e ONGs também agraciadas e comprometidas com a inclusão social e a cidadania corporativa. O Marketing Best – Responsabilidade Social é uma iniciativa da Madia Marketing School e Academia Brasileira de Marketing.

Iniciado em janeiro de 2002, o Projeto Libras é Legal, desenvolvido pela FENEIS (Fed. Nacional de Educação e Integração dos Surdos) e patrocinado pela Petrobras inicia em 2006 a sua terceira fase, agora em âmbito nacional. Focado na integração sócio-econômico-educacional dos Surdos, o projeto já impactou direta e indiretamente em mais de 90 mil pessoas nos sul do Brasil (RS, SC e PR), envolvendo surdos, professores da rede pública, pais de surdos, profissionais liberais (pedagogos, lingüistas, fonoaudiólogos, assistentes sociais etc.), além de colaboradores de empresas e empresários. Nossa meta nesta 3ª fase nacional é superar a distribuição de 10 mil Kits Libras é Legal. As ações nacionais estão voltadas para os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Distrito Federal.
Agora o Libras é mais que legal, é Brasil!

Глаза ""его были широко раскрыты от боли, но Бронзини не видел ""ничего, кроме каких-то белых полос.

И ""снова упал, сбитый таким же точным и сильным ударом.

Черт возьми, я ""и сам согласен с некоторыми их утверждениями!

Вы должны вести себя прилично, а не как босяк.

Камень разлетелся на ""миллионы осколков, которые так и брызнули в небо, ""крутясь и танцуя в полете, и ярко вспыхивая под лучами заходящего солнца.

Пойду понюхаю, сказал Мартин и выскользнул за дверь.

Весть, что в доме гостит Родерик Спод, ""оказалась ударом под дых.

какому-нибудь демократическому правительству.

А наш представитель свяжется с Мастером Синанджу относительно его новой работы.

Ваша сестра милая девушка, самая что ни на есть красавица ""в наших краях, и отдать ее замуж за такого мерзкого негодяя, как он!

С удовольствием, если мы когда-нибудь снова станем с ним разговаривать.

По его ""отсутствующему взгляду Бронзини догадался, что тот всего лишь проверяет, большой ли по объему текст.

Как он здесь говорил об этих мухах и портрете, так и в управлении суда повторил.

Как только я сумел повернуться, я взглянул туда, где раньше видел сестру и Виолу, но их уже не было.

Если бы это был, скажем, воробей, так я бы ничего не сказал, а то ведь замечательная канареечка, гарцкая!

Вас вот спрашивал, мейстер Мордонт, уж больно вы далеко разгуливаете да поздно домой возвращаетесь, молодой человек!

Как только катамаранцы заметили, что преследователи остались позади и что с этой стороны опасность им больше не грозит, они тотчас же спустили парус на мачте, так как ширина его была слишком велика для все усиливающегося ветра.

Согласно вашему приказанию, господин вахмистр, питанием мы обеспечиваем только тех, кто был приведен и допрошен до двенадцати часов дня.

Треск револьверных выстрелов, который они рассчитывали в любой момент услышать, разрядил бы напряжение.

Подтолкнув меня к дубу, сумасшедшая, как и в прошлую ночь, скользнула в тень деревьев и исчезла.

Этого полновластного хозяина камбуза[12], словно в насмешку, звали на судне Снежком.

Я смотрел и видел глаза, оживленно блестевшие, но лишенные мысли.

Не прошло и пяти минут как они вытащили из дома кричащую от ужаса девушку и привязали ее на спину мула.

Он уже и так поставил себя в затруднительное положение.

Но меня удивляет, почему вы назначили это место.

Его собственные устремления для него стали очевидны в течение предыдущей недели.

Мне не нравится Пиггон, заявила она.

резюмировал Аззи, скрежеща зубами.

Он приложил ухо к металлической поверхности, но дверь была слишком массивной и не пропускала звуков.

Или, произнесла Домино, и в ее глазах зажегся коварный зеленый огонек, мы могли бы записать их в нашу роту, со всеми вытекающими отсюда обязанностями и ограничениями.

Это было еще более поразительно, нежели то, что Карли оказался жив.

Я приуныл, Дьячук тоже, даже Зернов или мне это только казалось стал чуточку более подтянутым, и только в серых глазах Мартина ничего не отражалось, кроме любопытства, крепкий на душу был этот Мартин.

Скорее в нем был повинен крапчатый мустанг.

Мое бедное сердце разрывалось от горя при мысли, что Аврора проведет хотя бы одну ночь под кровлей этого негодяя.

Были здесь и женщины, они тоже сидели или стояли, веселые и красивые женщины, разряженные по последней моде, однако некоторая развязность в манерах обличала в них особ легкого поведения.

Ну что же, надеюсь, что и сегодня он будет так же настроен и у меня будет возможность найти его.

Вольное дитя подворотен тяжело воспринимало дисциплинарные меры; порой ему казалось, что "игры на телефон скачать секс игра"мистер Бэстейбл перенял худшие черты покойного Саймона Легри.

Вы просто созданы друг для "скачать рд 10 33 93"друга.

Дядя Кули, сказал Билл холодно, окончательно уверившись, что его антипатия переросла в явное отвращение, просил меня, пока я здесь, выяснить, почему лондонский филиал не приносит прежнего дохода.

Разглядев над ней короткий коридор, в который выходили несколько открытых дверей, он поднялся туда.

Власти сопоставят эти факты, "римские приключения скачать торрент в хорошем качестве"милорд, и автоматически припишут честь преступления ему.

Брось, сестренка, отмахнулся тот.

По "Бог дождя: Роман"крайней мере, я и раньше заходил сюда.

Послышался треск "Морские узлы на все случаи жизни. Практическое пособие"рвущихся канатов.

Может быть, они шли морем, намереваясь пообедать на Андросе, "Как быстро решать проблемы и находить нестандартные подходы"как сделали "Алгебра и геометрия."это мы, освободившись от "Энциклопедия домашнего птицеводства от А до Я. Куры, утки, гуси, индейки, перепела"погружений.

Потом я скажу тебе, "Английский в фокусе. 2 класс. Книга для учителя. Пособие для общеобразовательных учреждений ФГОС"кто еще играет.

Он его уже выразил, "Логопедия: Методическое наследие: Кн. I: Ч. 1: Нарушения голоса. Дислалия"но дверь еще не захлопнулась.

Пожалуйста, закончил Смит и осторожно опустил трубку на рычаг.

Но перестрелка с Рафьеном спутала все карты.

Если бы кто-нибудь проделал то же самое на улице, так прохожие диву бы дались.

Неприятеля же, на которого до сих пор смотрели с пренебрежением, хотя его тактика возбуждала сильную ярость и желание отомстить, этого неприятеля теперь стали уважать и бояться.

Здесь, на высоте, воздух так чист и прозрачен, что самый легкий звук слышен на большом расстоянии, каждый шорох отдается вдалеке.

воскликнул он с первого же взгляда.

Я знал, что торги уже в полном разгаре, а частые удары молотка говорили о том, что они неуклонно подвигаются вперед.

Маюми пойдет "скачать друг вокруг для компьютера скачать"и скажет ей, что "учебники прокурорский надзор скачать"вы вне опасности.

Теперь, раз я уехала с поляны, он не будет ничего "Скачать игру симс 4 торрент"иметь против нашей "скачать патриция касс"задержки.

КРЫСЫ Спал я, должно быть, час, а то и больше.

Разница "скачать игры для psp iso скачать"в их отношении к обвиняемому.

Ее репутация сильно пострадала.

Ильин еще раз оглядел слушателей, и впрямь почувствовав "скачать телефон игру зум зум"себя горланом-главарем, простым, как правда.

Он был прекрасно сложен, его фигура казалась "максима галкина скачать концерт"удивительно пропорциональной.

Дома отгородились друг "философія книга скачать"от друга и от остального мира, закрытыми ставнями.

Тогда "музыка скачать иван дорн"с ним кто угодно справится.

Солнце сильно печет, и я скоро обсохну.

Вам надо расширить возможности для астральной коммуникации.

То, что они увидели, могло вызвать лишь самые мрачные предположения.

Мне пришлось расстрелять его сегодня, сказал Земятин.

За ним к нам присоединилась Джинни.

В Синанджу ни одна девушка не выходит замуж без того, чтобы принести что-нибудь в дар отцу жениха.

Он ушел, хлопнув дверью, а я стал размышлять.

Поверьте, джентльмены, я совсем не собирался бежать,-произносит он дрожащим голосом при виде свирепых лиц и наведенных на него ружей.

Этот вопрос требует всестороннего рассмотрения.

И только Вейн по-прежнему сидел, слегка покачиваясь и поглаживая лоб Гальта.

За все время после появления здесь миссис Спотсворт ты только и делал, что привлекал внимание к дурным сторонам Рочестер-Эбби.

Она отлично подходит для наших целей, ответил Джиро.

По существу, они вообще никуда не годились.

Я наблюдал, как он приближался к концу скоростной автострады, не пытаясь, несмотря на дорожные знаки, снизить скорость.

Сообщение, которое мой добрый друг Параден.

Да, "семейка адамсов скачать фильм" горный хребет великолепная мишень.

Я проиграл две и "nintendo wii игры скачать" загнал его в пат на третьей.

А я во всем блеске славы вернулся домой, заметил Чиун.

Время больше не имело значения.

Он деловито поднял костыль и махнул Джейн, чтобы "сонька золотая ручка википедия" она отошла.

Если я не вернусь, наша организация прекратит свое существование, но при "секс игры бесплатно без регистрации" этом никто не получит доступа к нашему гигантскому банку данных.

Можно сказать и так,-вздохнул Лаваллет.

Его тонкая желтоватая голень выглядывала из-под подобранного подола темно-красного кимоно.

Увидев подкатившиеся гранаты, они вскочили на ноги и, стучась головами о крышу машины, спотыкаясь друг о друга, попытались вылезти наружу.

Он становился свидетелем собственного превращения в самого богатого человека на свете.

Установленное на качающейся на волнах яхте, стекло каким-то чудом не двигалось.

Это было бы неудивительно, во всяком случае, для полковника Дитко, который был не слишком высокого мнения об азиатах в целом, а о северных корейцах в особенности.

Нечего и говорить, что я верил ему.

Бывший гарпунер пришел к нему путем размышлений, основанных на его прежнем профессиональном опыте.

Не бойтесь, никакой беды от этого не будет.

На обратном пути мистер Джеральд показал мне, где он "Комикс Созвездие воображаемых зверей т.1" живет.

Добрый, великодушный Браун из английского банкирского дома Браун и Кo, который с любезной улыбкой выплачивал мне деньги "Му-му 25 Покушение" по переводам.

К предосторожностям подобного рода начали "Рябиновый мед Августина" прибегать с тех пор, как один из гонведских батальонов, размещенный в гимназии, попытался ограбить кабинет.

Тогда он сорвался с места, спрыгнул с дорожки и нырнул за простенок, доходящий почти до края дорожки.

Стремление к собственному счастью не "совершенствование системы кредитования" позволило бы мне нарушить их.

Между прочим, мы сбили штук десять неприятельских аэропланов и одного генерала с большой бородавкой на носу.

Ветер может давить на парус только до известного предела, потому что киль под "работа в хоум кредит" водой оказывает ему противодействие.

Да, но это было раньше, ответил я.

Водолаз высвободил меч из складок сети и снова занес его.